Udesporto - Jornal desportivo online com blog e análise de jogos

Campeonato Andebol 1 Nov 03, 2019 Daniel Sousa

Andebol 1: FC Porto e Sporting não vacilam, crise do Vitória FC continua

A décima jornada do Campeonato Placard Andebol 1 trouxe a décima vitória para FC Porto e Sporting, que continuam a liderar de forma isolada. O Benfica também continua numa série de vitórias e segue em busca de alcançar os líderes. No outro extremo da tabela, o Vitória FC continua em crise de resultados.

A ronda arrancou na passada quarta-feira, com os dragões e os leões a entrarem em quadra mais cedo, devido aos compromissos europeus agendados para o fim de semana. No Dragão Arena, os portistas "despacharam" a ADA Maia/ISMAI sem grandes dificuldades, com o resultado de 41-29. Os comandados de Magnus Andersson tiveram sempre o controlo da partida e chegaram ao intervalo a vencer por 19-14. A vantagem azul e branca dilatou cada vez mais com o avançar do relógio e a décima vitória em outras tantas jornadas surgiu sem dificuldades de maior. O ponta Leonel Fernandes, de 21 anos, foi o melhor marcador dos dragões e da partida, com oito golos, tantos quanto Délcio Pina, lateral cabo-verdiano dos visitantes.

No mesmo dia, em Gaia, o Sporting teve a tarefa complicada pelo FC Gaia. Num encontro que teve que mudar de pavilhão devido às más condições climatéricas que se fizeram sentir na cidade nortenha, a equipa comandada por Thierry Anti passou por muitas dificuldades. Os recém-promovidos chegaram ao descanso a vencer por 15-13 e a bater o pé a um Sporting que só a meio da segunda parte conseguiu descolar no marcador. Ainda assim, a equipa da casa não baixou os braços e manteve o encontro disputado até ao final. No entanto, a vitória caiu para o conjunto lisboeta. Valentin Ghionea e Frankis Carol, com sete golos cada, foram as principais armas do Sporting no ataque. Do lado gaiense, Martim Costa, jovem lateral de 17 anos, apontou nove golos e foi o melhor marcador da partida.

Fotografia: SL Benfica

Na quinta-feira, o Benfica visitou o terreno do SC Horta à procura da nona vitória consecutiva. Os comandados de Carlos Resende cumpriram a missão com um triunfo por 25-29. A equipa encarnada controlou o ritmo do encontro e nunca esteve em desvantagem ao longo dos 60 minutos. Ao intervalo, o Benfica vencia por 12-15 e, na segunda parte, os encarnados souberam gerir o resultado. Pedro Seabra foi o grande destaque da partida, com nove golos.

A luta pelos lugares no top-6 continua acesa e com vários conjuntos envolvidos. O Boa-Hora, quarto classificado, escorregou na visita ao Boavista e permitiu que outras equipas se chegassem mais perto na tabela. A equipa de Nuno Alvarez esteve em desvantagem desde cedo e, apesar de ainda ter conseguido chegar ao empate a meio da primeira parte, não teve resposta para um novo parcial de qualidade dos axadrezados, que chegaram ao intervalo a vencer por 19-13. Muito assertivos no ataque, os homens da casa continuaram a manter a veia goleadora no segundo tempo e conseguiram a segunda vitória no campeonato, depois de oito desaires consecutivos. Rui Rolo foi o melhor marcador da partida, com sete golos.

O desaire do Boa-Hora não foi aproveitado pela ADA Maia/ISMAI, que perdeu na visita ao FC Porto, mas o mesmo não se pode dizer em relação ao Madeira SAD e ao ABC/UMinho. A equipa madeirense foi ao reduto do Vitória FC vencer por 23-24 e acentuar a crise dos sadinos, que venceram apenas uma partida nas dez já disputadas. A equipa de Setúbal até chegou ao intervalo a vencer por 13-11, mas não conseguiu segurar a vantagem nos segundos 30 minutos e permitiu a reviravolta dos comandados de Paulo Fidalgo, inspirados pelos oito tentos de Cláudio Pedroso.

Fotografia: Federação Portuguesa de Andebol

O ABC/UMinho, por sua vez, conseguiu a segunda vitória consecutiva. Na visita ao Águas Santas, a turma comandada por Jorge Rito venceu por 24-29, numa partida equilibrada e que só nos últimos instantes se decidiu. Depois de uma primeira parte de equilíbrio, que viu os bracarenses recolher ao balneário a vencer por 12-13, a segunda parte trouxe mais 30 minutos de bom andebol dos dois conjuntos. A partida entrou nos últimos 10 minutos empatada a 21 golos e foi nesse período que o ABC/UMinho marcou a diferença, descolando no marcador para não mais ser alcançado. Pedro Cruz marcou 12 dos 24 golos da equipa da casa, que ainda assim somou a sexta derrota na competição.

O Belenenses foi também uma das equipas que se aproximou dos lugares de acesso à fase de apuramento de campeão. Os azuis receberam e venceram a AA Avanca por 34-33, num encontro disputado até ao último segundo. A equipa do Restelo saiu para o intervalo a perder por dois golos (16-18) e conseguiu operar a reviravolta na segunda meia hora. A um minuto do fim, Gonçalo Nogueira colocou o Belenenses a vencer por 34-33 e a equipa visitante teve direito ao último remate da partida. Francisco Silva, no entanto, viu a investida ser travada pelo guarda-redes da casa, que segurou a vitória do conjunto liderado por João Florêncio. Tiago Ferro, com 12 golos, foi o grande destaque da partida.


Campeonato Placard Andebol 1
Jornada 10

FC Porto 41 - 29 ADA Maia/ISMAI
FC Gaia 27 - 28 Sporting
SC Horta 25 - 29 Benfica
Belenenses 34 - 33 AA Avanca
Vitória FC 23 - 24 Madeira SAD
Boavista 33 - 27 Boa-Hora
Águas Santas 24 - 29 ABC/UMinho

Classificação:
1. FC Porto, 30 pontos
2. Sporting, 30
3. Benfica, 28
4. Boa-Hora, 22
5. Madeira SAD, 20
6. ADA Maia/ISMAI, 20
7. ABC/UMinho, 20
8. Belenenses, 19
9. Águas Santas, 18
10. FC Gaia, 18
11. AA Avanca, 15
12. SC Horta, 14
13. Boavista, 14
14. Vitória FC, 12