Udesporto - Jornal desportivo online com blog e análise de jogos

Fórmula 1 Sep 08, 2019 Daniel Sousa

Bravo, ragazzo. Leclerc oferece primeira vitória à Ferrari em Monza desde 2010

As férias de verão fizeram maravilhas à Scuderia Ferrari. A equipa italiana venceu o segundo grande prémio consecutivo após a pausa, com Charles Leclerc a somar também a segunda vitória consecutiva. O piloto monegasco conquistou o Grande Prémio de Itália e ofereceu a primeira vitória em Monza ao cavalo rampante desde 2010, altura em que Fernando Alonso colocou o vermelho no topo do pódio pela última vez.

O jovem piloto não teve a tarefa muito facilitada. Um erro de Sebastian Vettel numa fase muito precoce da corrida atirou o alemão para os últimos lugares da grelha e deixou Leclerc a ter que lidar sozinho com a pressão dos Mercedes de Lewis Hamilton e Valtteri Bottas. No entanto, o Ferrari n.º 16 aguentou sempre a pressão, e mesmo quando Hamilton esteve quase a conseguir a ultrapassagem, Leclerc fechou-lhe a porta e obrigou-o a sair de pista, numa manobra que lhe valeu a amostragem da bandeira preta e branca.

O britânico, líder do campeonato, havia de continuar a pressionar o líder da corrida, mas um erro no final da reta da meta foi fatal para as aspirações do recordista de pole positions em Monza. Hamilton travou tarde, viu Leclerc fugir e ainda viu o companheiro de equipa Valtteri Bottas ultrapassá-lo. O finlandês, a apresentar um bom ritmo, tinha todas as possibilidades para chegar à frente da corrida, mas foi acumulando erros nas travagens na reta final da corrida e acabou por ter de se contentar com o segundo posto.

O fim de semana termina também de forma muito positiva para a Renault. Daniel Ricciardo conseguiu o melhor resultado da temporada para a equipa francesa, ao terminar em quarto lugar, e Nico Hulkenberg colocou o Renault n.º 27 na quinta posição. Carlos Sainz, Kevin Magnussen e Daniil Kvyat foram os pilotos que desistiram, com o espanhol a ser vítima de um erro da equipa da McLaren, que lhe apertou mal uma das rodas dianteiras durante a paragem.

Classificação do Grande Prémio de Itália:
1. Charles Leclerc, Ferrari
2. Valtteri Bottas, Mercedes, +0.835
3. Lewis Hamilton, Mercedes, +35.199
4. Daniel Ricciardo, Renault, +45.515
5. Nico Hulkenberg, Renault, +58.165
6. Alexander Albon, Red Bull Racing, +59.315
7. Sergio Perez, Racing Point, +1:13.802
8. Max Verstappen, Red Bull Racing, +1:14.492
9. Antonio Giovinazzi, Alfa Romeo, +1 volta
10. Lando Norris, McLaren, +1 volta
11. Pierre Gasly, Toro Rosso, +1 volta
12. Lance Stroll, Racing Point, +1 volta
13. Sebastian Vettel, Ferrari, +1 volta
14. George Russell, Williams, +1 volta
15. Kimi Raikkonen, Alfa Romeo, +1 volta
16. Romain Grosjean, Haas, +1 volta
17. Robert Kubica, Williams, +2 voltas
Kevin Magnussen, Haas, desistiu
Daniil Kvyat, Toro Rosso, desistiu
Carlos Sainz, McLaren, desistiu