Udesporto - Jornal desportivo online com blog e análise de jogos

Campeonato de Portugal Nov 07, 2019 Daniel Sousa

Campeonato de Portugal: Beira-Mar perde liderança e invencibilidade na prova

À nona jornada, a invencibilidade do Beira-Mar na Série C do Campeonato de Portugal caiu. A equipa aveirense foi derrotada na visita ao Marinhense por 4-3 e perdeu a liderança da prova.

As coisas pareciam correr pelo melhor para a equipa treinada por Ricardo Sousa. Aos 16 minutos, Yannick Semedo aproveitou a falha de marcação da turma da casa num pontapé de canto e inaugurou o marcador. Aos 32', na sequência de uma jogada de João Nogueira pela direita, a bola chegou até Pedro Aparício, que contou com uma grande ajuda do guarda-redes Jair Mosquera para fazer o 0-2.

Os dois golos de vantagem pareciam deixar a equipa aveirense bem encaminhada para mais um triunfo. No entanto, o Marinhense respondeu em força e conseguiu a cambalhota no resultado ainda na primeira parte. Aos 39 minutos, uma cabeçada certeira de Rúben Martins, na sequência de um pontapé de canto, deu início à reviravolta. Três minutos depois, André Perre surgiu ao primeiro poste para finalizar um cruzamento rasteiro vindo da direita e, em cima do minuto 45, uma grande penalidade cometida pelo guarda-redes Gabriel Miotti foi convertida em golo por Leandro Antunes. Num abrir e piscar de olhos, o Marinhense virou o resultado para 3-2 e foi a vencer para o descanso. No segundo tempo, Rúben Martins voltou a fazer estragos na bola parada, com novo cabeceamento para o fundo das redes. O Beira-Mar ainda reagiu, com o bis de Pedro Aparício a 13 minutos do fim, mas já não foi a tempo de evitar o desaire.

Quem aproveitou para passar a liderar foi a turma do SC Praiense, que conquistou a terceira vitória consecutiva na prova. Na receção ao Benfica Castelo Branco, que somou o terceiro jogo consecutivo - em todas as competições - a perder, a equipa da Praia da Vitória só conseguiu os três pontos aos 90+4'. Ao minuto 17, depois de um lance pela esquerda, Rafa Pinto surgiu ao segundo poste para finalizar o cruzamento de primeira e dar a vantagem aos forasteiros. De bola parada, o SC Praiense empatou em cima da meia hora, numa cobrança exemplar de um livre direto por parte de João Peixoto. A resistência do Benfica Castelo Branco durou ainda toda a segunda parte até que, ao minuto 90+4, os açorianos beneficiaram de uma grande penalidade. João Peixoto, chamado à conversão, fez golo e catapultou a equipa insular para o topo da tabela.

A lutar pelos mesmos objetivos, a manutenção, o SC Ideal e o Fontinhas defrontaram-se na Ribeira Grande. As duas equipas procuravam encerrar uma série negativa de resultados e os caseiros foram mais fortes, ao vencer por 2-0. O jogo permaneceu empatado sem golos durante grande parte do tempo regulamentar. Contudo, aos 78 minutos, Thiago Nonato aproveitou uma bola perdida na área do Fontinhas para fazer o primeiro golo da partida. Os visitantes foram em busca do empate e o atrevimento saiu caro, uma vez que Thiago Nonato bisou a três minutos do fim, na conclusão de uma boa jogada da formação da casa, que respira agora um pouco melhor na tabela.

Na Sertã prolongou-se o mau momento da UD Santarém, que venceu apenas em uma das últimas seis jornadas. Na visita ao Sertanense, a equipa orientada por André Luís somou novo desaire, desta vez por 1-0. Um golo de Lucas Salinas, aos 35 minutos, foi o suficiente para a equipa da casa triunfar. O jogador brasileiro apareceu em boa posição para finalizar uma bela jogada de entendimento do coletivo da Sertã, tendo ainda contado com um precioso desvio de um defesa adversário.

O "rei dos empates" mora em Oliveira do Hospital. A equipa da casa recebeu o Anadia FC e empatou pela sétima vez em nove jornadas. O nulo aumentou para quatro a série de jogos sem perder do FC Oliveira do Hospital na prova, ao passo que o Anadia FC repetiu o resultado da jornada anterior.

Em Castelo Branco, o CD Fátima voltou a deixar cair pontos, depois de duas jornadas consecutivas a vencer. A equipa orientada por Rui Amorim empatou a uma bola na visita à ARC Oleiros, que não perde desde a segunda jornada e que soma já cinco empates na competição. Num encontro onde desatar o nó estava difícil, foi a equipa da casa a consegui-lo finalmente, aos 63 minutos. Duvan Guerra estava no sítio certo para desviar um cruzamento atrasado vindo da direita para a baliza de Guilherme Oliveira. Em cima do minuto 90+2, a equipa visitante acabou por resgatar o empate, com uma grande penalidade convertida por Bruno Alves.

Um novo nulo verificou-se na visita da UD Leiria ao Condeixa. O resultado agrada mais aos leirienses, que ocupam uma posição confortável a meio da tabela, do que propriamente aos homens da casa, que continuam na penúltima posição e a precisar de pontos como de quem do pão para a boca.

Em Cernache do Bonjardim, o Caldas SC voltou aos triunfos, ao derrotar o Vitória de Sernache por 1-2. A formação das Caldas da Rainha, que empatou na última jornada, já vencia ao intervalo. Uma perda de bola da equipa da casa na primeira fase de construção resultou no golo de Nuno Januário ao minuto 43. A equipa da casa chegou ao empate ao minuto 85, de grande penalidade, por intermédio de Pedro Duarte. Nesta altura já o Vitória de Sernache jogava com menos uma unidade, por expulsão de Leandro Borges. No entanto, o Caldas SC acabou por resgatar a vitória em cima do quarto minuto de descontos, numa grande penalidade que Hugo Neto não desperdiçou.

Em Torres Vedras, o Torreense voltou a perder terreno para os lugares cimeiros. A equipa de André Tomaz foi derrotada por 1-3 pelo RD Águeda e perdeu a oportunidade de se juntar ao SC Praiense na liderança. Numa segunda parte animada, marcou primeiro a equipa visitante. O guarda-redes Nélson Pinhão largou a bola na sequência de um cruzamento e Drogba Camará, oportuno, encostou para o 0-1, aos 66 minutos. A equipa da casa reagiu e empatou aos 73', num livre direto marcado de forma exemplar por Leonel Alves. No entanto, seis minutos depois, um contra-ataque da equipa forasteira resultou no 1-2, apontado por Jullyan. Já em tempo de descontos, com a equipa da casa partida e em busca do empate, Juninho sentenciou o encontro.

Campeonato de Portugal
Série C - Jornada 9

Marinhense 4 - 3 Beira-Mar
(Rúben Martins 39' 69', André Perre 42', Leandro Antunes 45'pen; Yannick Semedo 16', Pedro Aparício 32' 77')

SC Praiense 2 - 1 Benfica Castelo Branco
(João Peixoto 30' 90+4'pen; Rafa Pinto 17')

SC Ideal 2 - 0 Fontinhas
(Thiago Nonato 78' 87')

Sertanense 1 - 0 UD Santarém
(Lucas Salinas 35')

FC Oliveira do Hospital 0 - 0 Anadia FC

ARC Oleiros 1 - 1 CD Fátima
(Duvan Guerra 63'; Bruno Alves 90+2'pen)

Condeixa 0 - 0 UD Leiria

Vitória de Sernache 1 - 2 Caldas SC
(Pedro Duarte 85'pen; Nuno Januário 43', Hugo Neto 90+4'pen)

Torreense 1 - 3 RD Águeda
(Leonel Alves 73'; Drogba Camará 66', Jullyan 79', Juninho 90+1')

Classificação:
1. SC Praiense, 18 pontos
2. Beira-Mar, 16
3. RD Águeda, 15
4. Caldas SC, 15
5. Torreense, 15
6. Sertanense, 14
7. CD Fátima, 13
8. UD Leiria, 12
9. Anadia FC, 11
10. ARC Oleiros, 11
11. Benfica Castelo Branco, 11
12. FC Oliveira do Hospital, 10
13. SC Ideal, 8
14. UD Santarém, 8
15. Vitória de Sernache, 7
16. Marinhense, 7
17. Condeixa, 6
18. Fontinhas, 5