Udesporto - Jornal desportivo online com blog e análise de jogos

I Divisão Nov 04, 2019 Daniel Sousa

Campeonato Nacional da I Divisão: Sporting vence clássico e lidera ao lado do Benfica

A quarta jornada do Campeonato Nacional da I Divisão em hóquei em patins trouxe o primeiro clássico da época, com o Sporting a receber o FC Porto. Os leões saíram por cima e estão na liderança do campeonato, ao lado da outra equipa que soma por vitórias os quatro jogos já realizados, o Benfica.

A ronda arrancou em São João da Madeira, onde a AD Sanjoanense procurava a primeira vitória neste regresso ao primeiro escalão. Perante a UD Oliveirense, os recém-promovidos deram boa réplica, mas acabaram derrotados por 3-4.

A equipa orientada por Vítor Pereira ainda se colocou em vantagem aos dez minutos, com um golo de Facundo Navarro. A reação do conjunto de Oliveira de Azeméis foi quase imediata e, dois minutos depois, Jorge Silva restabeleceu a igualdade. Ainda na primeira parte, ao minuto 18, uma grande penalidade convertida por Marc Torrá consumou a reviravolta a favor dos homens de Renato Garrido

No segundo tempo, o cartão azul visto por Facundo Navarro aos 32 minutos coincidiu com o 1-3 da formação visitante, apontado segundos depois por Jordi Bargalló. No mesmo minuto, José Almeida reduziu para a AD Sanjoanense e, quatro minutos depois, João Lima deixou o encontro empatado a três bolas. Ainda dentro do 36.º minuto, Nélson Filipe impediu a reviravolta da equipa da casa, ao travar uma grande penalidade cobrada por Pedro Cerqueira. Na resposta, foi mais eficaz a equipa forasteira e Jordi Bargalló fez o 3-4 a 12 minutos do final. Um minuto depois, a AD Sanjoanense voltou a ter uma grande penalidade a favor, mas Facundo Navarro permitiu a defesa a Nélson Filipe.

Numa partida animada, o HC "Os Tigres" bateu o HC Turquel por 5-4. A equipa visitante chegou a ter uma vantagem de 0-2 na primeira parte, fruto dos golos de André Moreira (12') e Zé Costa (16'), mas Filipe Bernardino reduziu na conversão de uma grande penalidade (19'). A reta final da primeira parte foi de ritmo elevado, com o HC Turquel a chegar ao 1-3 na marcação de uma grande penalidade, por intermédio de Xavier Lourenço (22'). Dois minutos depois, Miguel Feio respondeu com um livre direto e deixou o resultado em 2-3 ao intervalo.

Na segunda parte, Hernâni Domingos empatou a partida ao minuto 33 e, três minutos depois, a 15.ª falta cometida pelos visitantes resultou na cambalhota no marcador, com João Maló a converter o livre direto. A equipa do HC Turquel não baixou os braços e empatou ainda no mesmo minuto, por André Pimenta. No entanto, a dois minutos do fim, António Estrela fez o quinto golo da formação de Almeirim e confirmou o triunfo. A equipa forasteira ainda desperdiçou um livre direto a segundos do final, com Miguel Fernandes a travar a tentativa de Vasco Luís.

Em Torres Vedras, a AE Física D cedeu a quarta derrota, na receção ao Riba d'Ave HC. Os famalicenses venceram por 3-4 e conseguiram o segundo triunfo consecutivo na prova. Miccoli abriu o ativo para a equipa visitante, aos 11 minutos. Apenas alguns segundos depois, a equipa da casa podia ter chegado ao empate, mas a grande penalidade batida por Mathías Arnáez foi travada por Diogo Fernandes. Aos 15', Diogo Seixas fez o 0-2, mas a resposta da equipa da casa foi imediata e João Campelo reduziu para a margem mínima.

No arranque da segunda parte, Diogo Seixas chegou ao bis e voltou a dar maior conforto ao Riba d'Ave HC. A nove minutos do final, Luís Melo fez o 1-4 e o encontro parecia estar sentenciado. Contudo, João Campelo bisou a três minutos do fim e, já dentro do último minuto, Pedro Moreira fez o 3-4. A tentativa de recuperação da AE Física D acabou por esbarrar na falta de tempo para atacar o empate e o Riba d'Ave HC saiu de Torres Vedras com os três pontos.

À mesma hora, a AD Valongo e o HC Braga empataram a um golo, num encontro com muitas incidências. Aos 12 minutos, Ângelo Fernandes colocou os bracarenses em vantagem e o resultado permaneceu em 0-1 até ao intervalo. A segunda parte foi, no mínimo, atribulada. Aos 27 minutos, Ângelo Fernandes permitiu a defesa de Leonardo Pais na conversão de uma grande penalidade. Dois minutos depois, Rúben Pereira aproveitou um livre direto para restabelecer a igualdade e, no mesmo minuto, Juan José López cometeu mais uma falta, viu o cartão azul e Rúben Pereira teve a hipótese de consumar a reviravolta, mas Constantino Acevedo travou o livre direto.

Aos 31 minutos, Afonso Lima e Diogo Fernandes viram o cartão azul e as duas equipas ficaram com menos uma unidade. Logo a seguir, Rúben Pereira viu Constantino Acevedo levar novamente a melhor na sequência de uma grande penalidade. Aos 34', Carlos Ramos viu o cartão azul e sucederam-se dois livres diretos para o HC Braga e para Danilo Rampulla, que viu Leonardo Pais defender em ambas as ocasiões. Até ao final, as duas equipas desperdiçaram ainda mais um livre direto cada, numa segunda parte frenética e onde os guarda-redes impediram uma chuva de golos.

Em Barcelos, o OC Barcelos goleou o CD Paço de Arcos por 6-2. Sem o castigado Franco Ferruccio, a equipa barcelense começou o encontro praticamente em desvantagem, fruto do golo de Pedro Batista aos quatro minutos. Na reta final da primeira parte, a equipa da casa operou a reviravolta no mesmo minuto (21'), com golos de Zé Pedro e Gonçalo Meira. Na segunda parte, Zé Pedro precisou de 51 segundos para bisar e fazer o 3-1, com Ezequiel Mena a dilatar o placard dois minutos depois.

Num encontro inteiramente controlado pelos comandados de Paulo Pereira, José Campos fez o 5-1 ao minuto 44, antes de Bruno Frade apontar o segundo golo dos visitantes. A três minutos do fim, Alvarinho deixou a marca habitual e fez o sexto golo.

Enquanto isso, a Juventude de Viana e o Benfica mediam forças em Viana do Castelo. Os encarnados adiantaram-se logo aos 44 segundos, com um golo de Valter Neves, mas Francisco Silva empatou aos três minutos. Ao intervalo, as duas equipas seguiam empatadas a uma bola. No segundo tempo, os pupilos de Alejandro Domínguez precisaram de apenas três minutos para regressar ao comando do marcador, com um livre direto convertido por Jordi Adroher. A equipa vianense não se pôde queixar de falta de oportunidades para fazer o empate até ao final da partida. No total, foram três livres diretos que Pedro Henriques travou aos jogadores da casa. Pelo meio, Edu Lamas fez o 1-3 final.

No Pavilhão João Rocha, Sporting e FC Porto encerraram a jornada com o primeiro clássico da época. Os leões venceram por 3-0 e continuam invictos na competição.

A equipa leonina só conseguiu fazer a diferença na primeira parte depois de ter saído da pausa técnica. Toni Pérez inaugurou o marcador aos 12 minutos e, um minuto depois, Matías Platero fez o segundo golo. No segundo tempo, Ferran Font aproveitou um livre direto para fazer o 3-0 final, numa etapa complementar que viu ainda Ângelo Girão e Xavier Malián defenderem dois livres diretos cada.


Campeonato Nacional da I Divisão
Jornada 4

AD Sanjoanense 3 - 4 UD Oliveirense
HC "Os Tigres" 5 - 4 HC Turquel
AE Física D 3 - 4 Riba d'Ave HC
AD Valongo 1 - 1 HC Braga
OC Barcelos 6 - 2 CD Paço de Arcos
Juventude de Viana 1 - 3 Benfica
Sporting 3 - 0 FC Porto

Classificação:
1. Benfica, 12 pontos
2. Sporting, 12
3. UD Oliveirense, 9
4. OC Barcelos, 9
5. FC Porto, 7
6. HC Braga, 7
7. AD Valongo, 7
8. HC "Os Tigres", 6
9. Riba d'Ave HC, 6
10. HC Turquel, 6
11. Juventude de Viana, 1
12. AD Sanjoanense, 0
13. AE Física D, 0
14. CD Paço de Arcos, 0