Udesporto - Jornal desportivo online com blog e análise de jogos

Liga NOS Nov 08, 2019 Daniel Sousa

CD Aves 1-2 Gil Vicente: gilistas pontuam fora de portas pela primeira vez

Não foi bonito o encontro a que assistiu na Vila das Aves, no arranque da jornada 11 da Liga NOS. O CD Aves, a necessitar urgentemente de pontuar, acabou por sofrer nova derrota, esta perante o Gil Vicente, por 1-2. Os gilistas pontuaram pela primeira vez fora de portas na presente edição do campeonato.

A partida não foi animada, exceção feita aos últimos dez minutos da primeira parte, onde surgiram os três golos. Até essa altura o encontro não tinha sido mais do que uma interminável luta a meio-campo, longe das balizas de Aflalo e Denis, e que em pouco ou nada beneficiava o espetáculo. O primeiro golo do jogo, apontado ao minuto 35 por Baraye, deu início a uma reta final de primeira parte onde houve finalmente animação dentro do terreno de jogo.

Depois da bela finalização de primeira, o jogador emprestado pelo Parma voltou a marcar, a dois minutos do final da primeira parte. Aflalo, numa tentativa de controlar a profundidade que saiu furada, falhou a interceção a meio do meio-campo e o senegalês aproveitou a oferta para dilatar a vantagem. Ainda assim, antes que o Gil Vicente pudesse recolher aos balneários com uma vantagem tranquila, Yamga trabalhou bem dentro da área gilista e rematou de pé esquerdo para o 1-2.

A reta final da primeira parte deixou água na boca para o segundo tempo, com um jogo totalmente em aberto. O CD Aves, desesperado por pontos, fez o que lhe competia e assumiu uma postura mais atacante, enquanto que os gilistas jogavam na expetativa de poderem aproveitar um erro para dar a machadada final. No fundo, a etapa complementar acabou por voltar a trazer um pouco do que foi a primeira meia hora de jogo: sem perigo e sem emoção.

O Gil Vicente conseguiu duas vitórias consecutivas pela primeira vez na Liga e, por isso, respira agora um pouco melhor. O conjunto de Barcelos ocupa, à condição, o nono lugar com 13 pontos, enquanto que os avenses perderam pela nona jornada consecutiva e continuam a segurar a "lanterna vermelha" da competição.