Udesporto - Jornal desportivo online com blog e análise de jogos

Fórmula 1 Aug 31, 2019 Ana Ventura

Ferrari regressa em força: Leclerc na 'pole' em Spa

Antes mesmo de começar a sessão de qualificação, vários incidentes aconteceram durante sexta-feira e a manhã de sábado, bem como duas bandeiras vermelhas causadas por Sérgio Perez e Lewis Hamilton. Perez viu a parte traseira do Racing Point a incendiar-se e Lewis Hamilton bateu na barreira no último treino livre. 

Q1 – A qualificação começou mal para a Williams, com o carro de Kubica a explodir o motor, tal como aconteceu com o Racing Point na sexta-feira. Com esse incidente, a sessão foi parada com bandeira vermelha. Entretanto, os mecânicos da Mercedes tiveram um tempo extra para reparar o carro de Hamilton, que ficou pronto para os últimos 12 minutos. Uma segunda bandeira vermelha apareceu mesmo no final da sessão, quando também o motor de Giovinazzi explodiu. Os eliminados foram Gasly, Sainz, Kvyat, Russell e Kubica.

Q2 – Uma sessão mais calma, com os 15 carros a fazerem a segunda sessão de qualificação. O único piloto que não fez uma única volta na sessão foi Giovinazzi, que não tinha carro para o fazer. Foram eliminados Grosjean, Norris, Stroll, Albon e Giovinazzi.

Q3 – Hamilton bloqueou o pneu dianteiro direito para não bater no seu colega de equipa na sua volta lenta, quando o finlandês abrandou para o compatriota Kimi Raikkonen os ultrapassar na sua volta rápida. Já Bottas, mais à frente, bloqueou ambos os pneus para não bater em Hulkenberg. A primeira pole após as férias de verão ficou entregue a Charles Leclerc.

Há um ano atrás, Sebastian Vettel ganhava aqui pela ultima vez. No Bahrain deste ano, a Ferrari conseguiu também uma linha da frente para a corrida, mas não conseguiu vencer. Poderá ser este o fim de semana de sonho da Ferrari?

Classificação para o Grande Prémio da Alemanha:

  1. Charles Leclerc, Ferrari, 1.42.519s
  2. Sebastian Vettel, Ferrari, +0,748s
  3. Lewis Hamilton, Mercedes, +0,763s
  4. Valtteri Bottas, Mercedes, +0,896s
  5. Max Verstappen, Red Bull, +1,171s
  6. Daniel Ricciardo, Renault, +1,738s (+5 posições, novo ICE)
  7. Nico Hulkenberg, Renault, +2,023s (+5 posições, novo ICE) 
  8. Kimi Raikkonen, Alfa Romeo, +2,038s
  9. Sérgio Perez, Racing Point, +2,187s
  10. Kevin Magnussen, Haas, +2,567s
  11. Romain Grosjean, Haas, +2,278s
  12. Lando Norris, McLaren, +2,328s
  13. Lance Stroll, Racing Point, +2,528s (deve começar do final da grelha)
  14. Alex Albon, Red Bull, +1,694s (deve começar do final da grelha)
  15. Antonio Giovinazzi, Alfa Romeo, NT
  16. Pierre Gasly, Toro Rosso, +3,916s
  17. Carlos Sainz Jr., McLaren, +3,988s (+5 posições, novo ICE)
  18. Danill Kvyat, Toro Rosso, +3,999s (deve começar do final da grelha)
  19. George Russell, Williams, +5,029s
  20. Robert Kubica, Williams, NT