Udesporto - Jornal desportivo online com blog e análise de jogos

Fórmula 1 Sep 06, 2019 Ana Ventura

Finalmente, Charles! (destaques)

O fim de semana foi complicado para toda a gente, foi o regresso das férias e algumas equipas perderam o ritmo que tinham. A Scuderia Ferrari veio melhor da férias do que quando foi, a Mercedes foi o total oposto. Porém, o melhor disto tudo foi Charles Leclerc vencer a sua primeira corrida.

Nota +

Charles Leclerc

Depois de duas longas tentativas, a vitória chegou à terceira e com homenagem incluída. Charles esteve no seu melhor, dominou o fim de semana e bateu o seu colega muitas das vezes durante o fim de semana. O boost foi mesmo o falecimento do seu amigo de longa data, Anthonie Hubert, que tinha apenas 22 anos.

Lando Norris

Aproveitou bem a confusão para fazer seis ultrapassagens e acabar em quinto, atrás de ambos os Ferraris e Mercedes. Iria ser o melhor resultado do britânico até ao momento, mas como sempre, o McLaren tem uma última palavra a dizer e que nem sempre é a mais agradável.

Ferrari

A Ferrari é perita em comunicar ordens de equipa, e hoje, mesmo tendo o seu primeiro piloto à frente do segundo, pediram a Vettel para ceder a passagem a Leclerc, e o alemão deixou. Pode ser mau para os fãs de Vettel, mas hoje a Ferrari não podia falhar com Leclerc.

Nota -

Kevin Magnussen

Não teve ritmo durante a corrida inteira, e sofreu várias ultrapassagens durante a primeira metade da corrida. Não conseguiu voltar a fazer ultrapassagens e quando subia era graças à ida para as boxes de rivais. Ficou mal.

Max Verstappen

Meteu-se onde não devia e destruiu a sua corrida, e com ele ia levando Kimi Raikkonen. Infelizmente, fez com que milhares dos seus fãs se entristecessem por não conseguir nem uma volta. Para a semana terá outra oportunidade para tentar brilhar como antes.

Kimi Raikkonen

Depois de ter tocado com Verstappen, pode ter acabado com algum problema no Alfa, mas tal como o dinamarquês, não conseguiu voltar a ter o ritmo de corrida, e acabou mesmo à frente de um dos Williams.

Driver Of The Day

Foi o menino Lando Norris, no qual eu concordo bastante. Porém, sinto-me dividida entre a boa corrida do britânico (que acabou mesmo no final da corrida como que por azar) e a vitória de Leclerc.