Udesporto - Jornal desportivo online com blog e análise de jogos

Fórmula 1 May 14, 2019 Ana Ventura

Holanda regressa à Fórmula 1 em 2020

Foi oficializado esta terça-feira o regresso da Holanda ao calendário de Fórmula 1 em 2020, onde deverá ficar por três anos. A Heineken será a patrocinadora oficial do evento que marca o regresso de um circuito holandês ao calendário ao fim de 34 anos.

O Circuito de Zandvoort tem uma longa história com a Fórmula 1 e, nos próximos meses, a instalação será reconstruída com a ajuda de vários outros parceiros. A pista e a infra-estrutura serão modificadas para atender os padrões estabelecidos pela FIA, para se realizar o evento mais esperado das últimas três décadas.

O grande prémio holandês foi realizado pela primeira vez em 1952 e ganho pelo Ferrari de Alberto Ascari. Porém, o piloto que mais vitórias tem é Jim Clark (4), enquanto que a equipa mais vencedora é a Ferrari (8). O último vencedor foi Niki Lauda, com o seu McLaren, em 1985.

Estou muito excitado pelo regresso do Grande Prémio da Holanda. Vão ver muitos fãs holandeses pelo circuito. Já conduzi lá antes – é uma pista muito bela”, afirmou Max Verstappen, que, assim sendo, correrá oficialmente na sua casa. “É sempre bom ter uma corrida em casa. Eu já tinha em Spa, e agora tenho duas, já que sou meio belga e meio holandês. Vai ser divertido.

É uma pista espetacular”, afirmou Valtteri Bottas. “Obviamente que a comunidade de fãs na Holanda é enorme então, tenho a certeza que vai ser bom.”

Também Romain Grosjean deixou elogios à nova corrida: “Vai ser muito bom, por duas razões, Zandvoort é um cirucito fantástico e depois vimos o apoio dos holandeses a Max Verstappen a ser de loucos a cada corrida. Acho que vai ser um evento muito bem sucedido


Fotografia: F1