Udesporto - Jornal desportivo online com blog e análise de jogos

Basquetebol Jul 22, 2019 Andreia Araújo

Mais uma página de história, escrita a laranja e preto

A bola subiu, os períodos passaram e fez-se história no basquetebol português. A geração de 1999, comandada por André Martins, escreveu mais uma vírgula naquilo que é o desporto nacional.

Foram as pequenas, mas, ao mesmo tempo, tão enormes estrelas desta equipa que conseguiram a subida à Divisão A e o Campeonato Europeu de Basquetebol da Divisão B em Sub-20 masculinos, depois de terem derrotado a República Checa por 73-57, no Centro de Congressos de Matosinhos, no Porto.

Sim, somos campeões europeus em mais uma modalidade. Mais uma página foi escrita em português no desporto e os autores, a pouco e pouco, deixam de ser meros nomes desconhecidos. Neemias Queta, que podemos considerar um embaixador português naquele que é o próprio mundo dos Estados Unidos da América, e Rafael Lisboa, a nova promessa do SL Benfica que promete imenso, foram duas das mais importantes figuras deste Europeu. Mas este feito não se deve só a Neemias e a Lisboa, deve-se, igualmente a Francisco Amarante, João Neves, Gustavo Teixeira, Jorge Embaló, Henrique Barros, Laminé Bandrá, Rui Palhares, João Guerreiro, Miguel Correia e a Vlasylav Voytso, a toda a equipa técnica e aos portugueses que acreditaram neste sonho.

Matosinhos foi a cidade-casa que acolheu este acontecimento tão importante para o desporto nacional e só deu mais ênfase àquilo que representa para o basquetebol nacional.

Em suma, só resta agradecer aos rapazes por não desistirem e por terem alcançado um sonho. Que seja o virar de página nesta modalidade que tanto reconhecimento merece em Portugal. Que venha a Divisão A em 2020 mas, até lá, celebrem! SOMOS CAMPEÕES EUROPEUS!