Udesporto - Jornal desportivo online com blog e análise de jogos

Fórmula 1 Jun 09, 2019 Ana Ventura

Penalização de Vettel oferece vitória a Hamilton no Canadá

Vitória de Lewis Hamilton no Grande Prémio do Canadá deste domingo, depois de uma corrida emocionante em certos momentos, com poucas batalhas e alguns problemas mecânicos com alguns pilotos. Os ânimos exaltaram-se com a penalização que Sebastian Vettel recebeu depois de perder o controlo do carro na volta 48.

Filme da corrida:

A corrida começou de forma negativa para Alex Albon, depois deste ter ficado entre Stroll e Giovinazzi e de ter tocado no Force India, o que levou o Toro Rosso a ficar sem a asa dianteira. Uma paragem madrugadora de Carlos Sainz Jr. despertou o interesse das outras escuderias, uma vez que o espanhol começou a assinar melhores tempos após a paragem.

O azar atacou também o McLaren de Lando Norris, que ficou sem travões e os mesmos começaram a arder. Hulkenberg queixou-se de sons que a caixa de mudanças estava a fazer e Giovinazzi teve o azar de rodar na primeira curva, mas a sorte de não bater no muro.

Os pilotos que estavam na liderança começaram a entrar para trocar os seus pneus e ficarem mais rápidos. Numa ultrapassagem, Grosjean e Perez tocaram-se na primeira curva, sem deixar danos a nenhum dos dois. A melhor luta que pôde ser vista foi a de Bottas contra Ricciardo. O australiano não se deu por vencido em nenhum ataque do finlandês, mas acabou por perder a posição quando Bottas estava bastante perto dele.

O momento crucial da corrida surgiu na volta 48: Vettel perdeu o controlo do carro na primeira chicane e entrou de forma agressiva na pista, não tendo reparado que logo atrás de si estava Lewis Hamilton. 10 voltas mais tarde, foi anunciada uma penalização de cinco segundos ao alemão por ter posto em perigo o bem do inglês e pela forma como entrara. Até ao fim da corrida, Vettel queixou-se e, apesar de ter cortado a linha de meta em primeiro lugar, viu Hamilton ficar com a vitória devido à penalização. Charles Leclerc completou o pódio.

No final, Sebastian Vettel falhou as entrevistas rápidas. Quando voltava para a cerimónia do pódio, o alemão foi até onde o carro número 44 estava parado e trocou as placas, colocando a placa do 2.º lugar na frente do Mercedes e a do 1.º lugar no lugar onde deveria estar o seu Ferrari, que não chegou sequer a essa zona. Depois da cerimónia, o germânico apressou-se a ir à sala dos comissários de corrida.

A vitória de Lewis Hamilton, em contornos dramáticos, assinala mais um feito da carreira do britânico: iguala o recorde de vitórias de Michael Schumacher (7) em solo canadiano. Valtteri Bottas, que ficou fora do pódio, acabou com um ponto extra por ter feito a volta mais rápida.

Classificação do Grande Prémio do Canadá:

  1. Lewis Hamilton, Mercedes
  2. Sebastian Vettel, Ferrari, +3,658s (5s penalização)
  3. Charles Leclerc, Ferrari, +4,696s
  4. Valtteri Bottas, Mercedes, +51,043s
  5. Max Verstappen, Red Bull, +57,655s
  6. Daniel Ricciardo, Renault, +1 volta
  7. Nico Hulkenberg, Renault, +1 volta
  8. Pierre Gasly, Red Bull, +1 volta
  9. Lance Stroll, Racing Point, +1 volta
  10. Daniil Kvyat, Toro Rosso, +1 volta
  11. Carlos Sainz Jr., McLaren, +1 volta
  12. Sergio Pérez, Racing Point, +1 volta
  13. Antonio Giovinazzi, Alfa Romeo, +1 volta
  14. Romain Grosjean, Haas, +1 volta
  15. Kimi Raikkonen, Alfa Romeo, +1 volta 
  16. George Russell, Williams, +2 voltas
  17. Kevin Magnussen, Haas, +2 voltas
  18. Robert Kubica, Williams, +3 voltas
  • Alex Albon, Toro Rosso, retirou-se
  • Lando Norris, McLaren, retirou-se