Udesporto - Jornal desportivo online com blog e análise de jogos

Futebol Internacional Aug 14, 2019 Daniel Sousa

Premier League. Campeão arranca na frente em jornada com sete vencedores

A Premier League regressou no passado fim de semana, com uma primeira jornada rica em golos e com um encontro escaldante entre Manchester United e Chelsea

Na sexta-feira, Anfield acolheu o primeiro encontro da edição 2019/20. O Liverpool, campeão da Europa, recebeu o recém-promovido Norwich. Num jogo marcado pela lesão de Alisson, os reds venceram por 4-1.

O guardião brasileiro foi substituído aos 39 minutos, numa altura em que a equipa de Jürgen Klopp já vencia por 3-0, fruto do auto-golo de Grant Hanley e dos golos de Mohamed Salah e Virgil van Dijk. Antes do intervalo, Divock Origi cabeceou para o 4-0 e os canaries só conseguiram reduzir no segundo tempo, por intermédio de Teemu Pukki.

A jornada prosseguiu no sábado, com o Manchester City a iniciar a defesa do título com uma goleada no terreno do West Ham (0-5). Ao intervalo, o golo de Gabriel Jesus fazia a diferença. 

No segundo tempo, o caudal ofensivo dos citizens desmantelou por completo a defesa dos hammers. Sterling foi a figura, ao rubricar um hat-trick, e Agüero aproveitou uma grande penalidade para fazer o gosto ao pé. 

O que houve de sobra em Londres, não existiu de todo em Selhurst Park. O Crystal Palace e o Everton, orientado por Marco Silva e com André Gomes no onze, proporcionaram um dos dois nulos da jornada. Os toffees terminaram o encontro reduzidos a dez unidades, por expulsão de Morgan Schneiderlin.

Em Vicarage Road, o Brighton surpreendeu o Watford e venceu por 0-3. A equipa visitante revelou uma grande eficácia na hora de finalizar e conquistou os primeiros três pontos da temporada. 

Aos 28 minutos, Doucouré marcou na própria baliza e deu vantagem ao adversário. Na segunda parte, Florin Andone e o reforço Neal Maupay saltaram do banco para marcar e garantir o triunfo. 

O mesmo resultado verificou-se em Turf Moor, onde o Burnley "despachou" o Southampton com uma meia hora final arrasadora. Ashley Barnes bisou em sete minutos (63' e 70') e Gudmundsson fechou as contas ao minuto 75.

No Vitality Stadium, o golo de Chris Mepham ao minuto 62 parecia suficiente para o Bournemouth levar de vencida o recém-promovido Sheffield United. No entanto, Billy Sharp assegurou, aos 88 minutos, um regresso à Premier League com pontos para os blades

No último encontro do dia, o Tottenham teve que sofrer para bater o Aston Villa. O golo de McGinn, ainda dentro dos primeiros dez minutos, colocou a equipa de Birmingham em vantagem e os homens de Mauricio Pochettino apenas conseguiram reagir nos últimos 20 minutos. 

O reforço N'Dombele empatou o encontro aos 73 minutos. A segunda parte de domínio avassalador dos spurs acabou por ser compensada com a reviravolta, cortesia de um bis de Harry Kane nos últimos cinco minutos. 

O resto da ação ficou guardada para domingo, incluindo o jogo grande entre Manchester United e Chelsea. Antes, porém, Leicester e Wolves foram responsáveis pelo segundo nulo da ronda, enquanto que o Arsenal triunfou na visita ao Newcastle

No King Power Stadium, Ricardo Pereira protagonizou uma grande exibição frente ao Wolves de Nuno Espírito Santo, que apostou em Rui Patrício, João Moutinho, Rúben Neves e Diogo Jota no onze inicial. 

A equipa visitante ainda festejou na segunda parte, mas o golo de Dendoncker acabou invalidado pelo vídeo-árbitro (VAR) e o nulo permaneceu. 

Melhor sorte teve o Arsenal, que venceu na visita ao Newcastle por 0-1. Numa exibição pobre dos gunners, valeu o golo de Pierre-Emerick Aubameyang no segundo tempo. 

No fecho da jornada, o Manchester United "atropelou" o Chelsea por 4-0. Os red devils foram muito eficazes na hora de finalizar e proporcionaram uma estreia para esquecer a Frank Lampard enquanto técnico dos londrinos. 

Marcus Rashford colocou os homens de Manchester em vantagem ao minuto 18, na sequência de uma grande penalidade cometida por Zouma. Ao intervalo, os comandados de Ole Gunnar Solskjaer venciam pela margem mínima. 

Na segunda parte foi quando tudo colapsou no Chelsea. Martial fez o segundo aos 65 minutos, e dois minutos depois, Pogba descobriu Rashford nas costas da defesa com um grande passe e o internacional inglês bisou no encontro. A fechar as contas, o reforço Daniel James fez o gosto ao pé para uma estreia de sonho. 

Premier League - Jornada 1:

  • Liverpool 4-1 Norwich (Hanley 7'pb, Salah 19', Van Dijk 28', Origi 42'; Pukki 64')
  • West Ham 0-5 Manchester City (Gabriel Jesus 25', Sterling 51' 75' 90+1', Agüero 86'pen)
  • Bournemouth 1-1 Sheffield United (Mepham 62'; Sharp 88')
  • Burnley 3-0 Southampton (Barnes 63' 70', Gudmundsson 75')
  • Crystal Palace 0-0 Everton
  • Watford 0-3 Brighton (Doucouré 28'pb, Andone 65', Maupay 77')
  • Tottenham 3-1 Aston Villa (N'Dombele 73', Kane 86' 90'; McGinn 9')
  • Leicester 0-0 Wolves
  • Newcastle 0-1 Arsenal (Aubameyang 58')
  • Manchester United 4-0 Chelsea (Rashford 18'pen 67', Martial 65', James 81')