Udesporto - Jornal desportivo online com blog e análise de jogos

Novidades Jan 12, 2020 Daniel Sousa

SL Benfica bate Sporting CP e chega ao «tri» na Taça da Liga

Fotografia: LUSA

O SL Benfica é o grande vencedor da edição 2019/20 da Taça da Liga de futsal. Os encarnados venceram, este domingo, o Sporting CP por 5-4, em Matosinhos, e conquistaram o troféu pela terceira vez consecutiva.

Foram precisos apenas dois minutos para o marcador mexer pela primeira vez. A bola parada, que já é imagem de marca do Sporting CP de Nuno Dias, voltou a fazer estragos e Cardinal abriu o marcador. A primeira parte ficou marcada pela intensidade que ambos os conjuntos colocaram na quadra, com o SL Benfica a equilibrar o jogo depois de ter sofrido o primeiro golo. A equipa encarnada chegou ao empate em cima do minuto 15, num contra-ataque rápido iniciado e concluído pelo guarda-redes Diego Roncaglio, que aproveitou a assistência de Tiago Brito para igualar o placard.

No entanto, o Sporting CP regressou ao comando apenas segundos depois. Desta feita, Roncaglio comprometeu com uma má receção de bola e colocou nos pés de Deo que, a um metro da linha de golo, aproveitou para fazer o 2-1. Quando já tudo fazia crer que o Sporting CP ia para o descanso em vantagem, um desvio de Fernandinho resultou em novo empate para os comandados de Joel Rocha. Ao intervalo, 2-2 em Matosinhos.

A segunda parte trouxe uma melhor entrada do SL Benfica, à qual o Sporting CP respondeu de pronto. As duas equipas foram alternando o controlo da partida entre si, mas foram os encarnados a passar para a frente do marcador. Fernandinho soltou para a esquerda do ataque, onde André Coelho apareceu sozinho para «fuzilar» Guitta. As águias estavam pela primeira vez em vantagem, mas o Sporting CP empatou segundos depois. Robinho tentou o «chapéu» a Guitta e o guarda-redes brasileiro agarrou a bola e lançou o contra-ataque, acabando ele por finalizar e seguir as pisadas do companheiro de posição Diego Roncaglio.

O SL Benfica ficou tapado pelas cinco faltas a pouco menos de sete minutos do fim. A equipa de Joel Rocha entrou numa fase em que teve que ser extremamente rigorosa no aspeto defensivo e resistiu à tentação de cometer uma sexta infração. Num lance em que os leões ficaram a pedir a tal sexta falta, a formação benfiquista assinou o 4-3, por intermédio de Chaguinha (37'). No minuto seguinte, Guitta entregou mal a bola e Robinho aproveitou para fazer o 5-3 e deixar as águias com uma mão no troféu. O Sporting CP arriscou de imediato com o 5x4+GR, com Alex Merlim como guarda-redes avançado, e o camisola 29 ainda reduziu para a diferença mínima com um pontapé de meia distância. Porém, o resultado não mais se alterou e o SL Benfica ergueu pela terceira vez consecutiva a Taça da Liga.