Udesporto - Jornal desportivo online com blog e análise de jogos

ATP Tour Jul 02, 2019 Daniel Sousa

Três anos depois, João Sousa volta a vencer em Wimbledon

João Sousa está na segunda ronda de Wimbledon, algo que já não acontecia desde 2016. Esta terça-feira, o número um português fez uso da maior experiência para afastar o britânico Paul Jubb (431.º ATP), de 19 anos, com parciais de 6-0, 6-3, 6-7(8) e 6-1.

O tenista português realizou uma exibição de qualidade, sobretudo no capítulo da resposta e no jogo de rede, onde Sousa tem vindo a mostrar imensas melhorias (venceu 89% dos pontos jogados à rede no encontro). No primeiro set, o vimaranense aproveitou o nervosismo de Jubb - fez a estreia em torneios do Grand Slam - e rapidamente chegou ao 6-0.

Na segunda partida, o tenista britânico mostrou um pouco mais das suas capacidades. No entanto, Sousa continuou a ser capaz de controlar o encontro e ampliou a vantagem. Galvanizado pelo muito público presente no Court 17, Jubb não virou a cara à luta e no terceiro set foi capaz de quebrar por duas vezes o serviço de João Sousa. O português teve sempre um contra break disponível, mas o tie-break acabou mesmo por sorrir ao jovem britânico.

No entanto, qualquer ímpeto que Jubb pudesse adquirir com a vitória no terceiro set foi logo travado pela forte entrada de João Sousa na quarta partida. O tenista orientado por Frederico Marques recuperou os índices de agressividade, continuou a mostrar um bom jogo de rede e causou muitas dificuldades nas respostas ao serviço de Jubb. O britânico acabou por não conseguir conter o nível de jogo apresentado pelo português e João Sousa acabou mesmo por triunfar ao fim de duas horas e 18 minutos.

De volta à segunda ronda do Major britânico, João Sousa tem agora um duro adversário pela frente: Marin Cilic, número 18 mundial e 13.º cabeça de série, que bateu Adrian Mannarino por 7-6(6), 7-6(4) e 6-3.